• Prisão
  • 19 de Maio de 2017 - 10:18hs

9º Batalhão prende condenado pela justiça

Felipe Marques da Silva, 19 anos, havia sido condenado por latrocínio

Nesta quinta-feira (18), uma equipe do 9º batalhão em patrulhamento de rotina se deparou com uma pessoa em atitudes suspeitas nas proximidades da Rua da Fé, Felipe Camarão.

Quando os militares fizeram a abordagem a Felipe Marques da Silva, "Rato" de 19 anos, residente na Rua João Matias, no Papoco em Mossoró, constataram que contra ele havia um mandado de prisão em aberto expedido pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), 3ª Vara Criminal de Mossoró, por latrocínio. Rato é acusado e condenado pela morte do agricultor Sebastião Nunes de 64 anos, durante uma tentativa de assalto no dia 29 de março passado no bairro Papoco em Mossoró: Lembra?

Felipe Marques foi conduzido à DCAP (Delegacia Especializada Capturas), aonde ele foi apresentado à autoridade competente para posteriores procedimentos cabíveis.
___________________________
INFORMAÇÕES À IMPRENSA:
Assessoria de Comunicação da PMRN

5 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  • 1533 6 dias ½ atrás

    Vai pagar,viu rato seboso!!!

  • Bonde 1533 6 dias ½ atrás

    Comédia não cola com nois não,e ainda mais seboso

  • Popular 6 dias ½ atrás

    Marcelino coloque a matéria de dois bandidos q foram rouba aqui no macarrão e foi pego pela Guarda Civil e um fugio e o outro foi pego e estava armado, ele é do BH

  • 1814 6 dias ½ atrás

    É o rato de esgoto vai se fuder sfd

  • nois 6 dias ½ atrás

    parabens mas uma vez a policia esse crime realmente não poderia ficar em pune foi uma perca muito grande para família desse senhor a policia agiu e solucionou o caso, Mas não esquece de outro crime na mesma localidade do caso da menina Valeria Lembra? Pois é a família esta sentindo a mesma dor e continua impune e quem fez essa atrocidade esta dando risada da policia e da média que foi envolvida o criminoso continua solto pronto para matar outra MULHER.