Homicidios

(04ª) Flanelinha é morto a tiros no centro de Mossoró

Marcos Roberto da Silva de 38 anos foi morto a tiros por trás da Catedral de Santa Luzia no centro da cidade; Não há informações sobre a motivação e nem dos acusados.

Imagem

O crime aconteceu num ponto de estacionamento, na Rua Bezerra Mendes, próximo ao mercando central, no centro da cidade, no inicio da tarde de hoje, 10 de janeiro.

Segundo informações, Marcos Roberto da Silva, “Marquinhos” de 38 anos de idade, que residia na Rua Lira Tavares, no bairro santo Antônio, estava sentado quando foi surpreendido e morto com tiros na cabeça.

Foi a quarta morte violenta provocada por disparos de arma de fogo, no ano na cidade de Mossoró, no Oeste do RN.

Familiares informaram que Marquinhos era usuário de drogas e já havia se metido em varias confusões, com lesões corporais em seus desafetos. Seu chegou a afirmar que esperava a qualquer momento notícia de morte do filho.

A Polícia Militar, a Guarda Civil e o Exército, auxiliaram a perícia criminal, isolando o local do crime.

O corpo do flanelinha, que trabalhava pastorando carros no centro de Mossoró, foi recolhido para exames na sede da Unidade Regional do Itep em Mossoró, onde deverá ser necropsiado.

Imagem
Marcos Roberto da Silva de 38 anos foi morto a tiros no centro de Mososró - Imagem Fim da Linha

10 de Janeiro de 2018

(3) Comentários

3 Comentários

Esconder formulário
  • ALEX
    Há 13 dias
    É lamentável este fato, está se tornando comum homicídios envolvendo flanelinhas, vale salientar, que a maioria deles tem envolvimento com algo ilícito, uns são usuários de drogas, outros tem histórico no mundo crime, tem alguns que ficam somente observando, se alguém esquece e deixa o carro aberto, em uma situação desta, pode ter certeza, quando o proprietário se distancia, ele subtrai o que estiver dentro do veículo, outros são agressivos quando os proprietários de veículos não tem um trocado para lhes darem, chegam até agredir com palavrões, deixando o cidadão em situação de desconforto e desmoralizado, não fazem denúncia a polícia, com medo de represália. Tem registro de homicídios, entre os próprios flanelinhas. Todo cuidado é pouco, não confie em flanelinhas, você pode ser vítima deles a qualquer momento. Qualquer situação de constrangimento com flanelinhas, mantenha a calma, não perca tempo, chame a polícia.
  • JUSTO
    Há 13 dias
    Não podemos generalizar...conheço Flanelinhas honestos, trabalhadores e que tem famílias pra sustentar. Estes, talvez tenham até errado na vida e q por conta de uma sociedade injusta e despreparada pagam por isso. ERRAR é Humano.